^ Back to Top

 

Simplicidade, confraternização e bom gosto marcaram o “1º Sarau Cultural do Republicano” realizado hoje (18/08) à tarde por um grupo de agentes culturais da cidade em homenagem aos 157 anos de nascimento do patrono do município, Antônio da Silva Jardim. Nas escadarias da igreja Matriz Nossa Senhora da Lapa, no Centro, o evento contou com apresentações de música popular brasileira, poesias, teatro e artesanato (exposição), que agradaram o atento público. Apesar do tempo chuvoso que ameaçou impedir a realização, os organizadores ficaram entusiasmados com o resultado e já estão programando outras ações para os próximos meses.

-- Parabenizo e agradeço a todos por esse belo evento, que nos mostra a história do patrono Antônio da Silva Jardim (nascido em 18/08/1860 e falecido em 01/07/1891), além de revelar os talentos existentes no nosso município – disse o secretário municipal de Trabalho, Habitação e Promoção Social, Sebastião Rocha. Os depoimentos foram dados em cima de um grande caixote improvisado como "Tribuna" fazendo referência ao advogado e ativista político republicano Antônio da Silva Jardim que ficou conhecido como "Tribuno do Povo".

O secretário municipal de Turismo, Indústria e Comércio, Ronalt Aguiar Santiago (que declamou um poema de cordel de sua autoria sobre a vida de Silva Jardim e participou do quinteto musical tocando pandeiro), também enalteceu as apresentações. E destacou a importância de se lembrar do homenageado nesta data incentivando os organizadores a realizarem regularmente mais atividades do tipo.

A música ficou por conta de um quinteto tendo à frente o presidente da Associação Musical e Dramática Honório Coelho (AMDHC), Leandro Amorim, na flauta, com a participação do cantor e violonista Felipe. O professor e poeta Irval Di Franco, o jornalista e poeta Evaldo Peclat Nascimento, a historiadora e artesã Mary Lopes e o produtor cultural e secretário municipal Ronalt Aguiar Santiago, apresentaram poesias. O colecionador de antiguidades Nelinho leu uma poesia de Naldinho Alves enaltecendo as belezas naturais do Município; enquanto o participante Edson declamou um poema da poeta portuguesa Mercedes Espanca.

Componentes da oficina de teatro da AMDHC apresentaram um esquete musical (o hino “Silva Jardim Tribuno do Povo” em ritmo de rock) que faz parte da peça que está sendo montada pelo ator e diretor Luiz Nicolau sobre a vida e obra de Antônio da Silva Jardim. A artesã Mary Lopes também esteve trajada como Antônio da Silva Jardim, a exemplo do personagem que ela representa na peça que está sendo montada.

 

Entre os presentes, os representantes da ONG Anda Brasil, Ana Beatriz Cordeiro e Ayrton Violento; assim como a presidente da Associação Pestalozzi de Silva Jardim, Verônica Mattos. O evento contou com o apoio da Prefeitura municipal que interditou o trecho da Rua Luiz Gomes onde o mesmo ocorreu, e da Paróquia Nossa Senhora da Lapa cujo pároco concedeu autorização para a utilização das escadarias da igreja como "palco".

Leia mais:'1º Sarau Cultural do Republicano' atrai Público Participativo e Entusiasmado em Silva Jardim'


A Associação Mico-Leão-Dourado (AMLD) promoveu um evento em comemoração ao Dia do Mico-Leão-Dourado, no Teatro Zezé Macedo, em Silva Jardim. A festa foi celebrada na última quarta-feira (2), e teve música ao vivo, apresentação de radionovela, e uma palestra ministrada por um dos fundadores da ONG, o pesquisador americano Benjamin Beck.

Durante as comemorações, a AMLD oficializou diversas parcerias. No saguão do teatro, foi montado um estande para a venda de camisas, chaveiros e broches com a estampa do mico. A Associação de Artesãos e Produtores Caseiros (Associarte) também expôs inúmeras peças de decoração.

O secretário executivo da AMLD, Luis Paulo Ferraz, lembrou do evento que reuniu centenas de pessoas no Centro da cidade, em agosto do ano passado, para marcar a passagem simbólica da Tocha Olímpica, no município. Na ocasião, a tocha foi carregada pela bióloga da ONG, Andreia Martins.

“Nós queremos fazer dessa data uma comemoração anual e transformá-la, inclusive, num festival do mico-leão-dourado. Esperamos colocar tudo isso em prática, já em 2018. Conversei hoje com o prefeito Anderson, e a gente está com muitos planos para o próximo ano”, antecipou Luis Paulo.

Durante o seu discurso, o prefeito de Silva Jardim, Anderson Alexandre, disse que acredita na vocação turística do município, e que sempre busca apoiar iniciativas de conservação do meio ambiente. “A cidade vem ganhando uma visibilidade muito grande ao longo desses 25 anos, porque a AMLD é uma marca mundialmente conhecida”, afirmou.

O projeto de lei para a criação do Dia do Mico-Leão-Dourado teve autoria do vereador Webster Barcellos, conhecido como Binho da Agricultura, e foi sancionado no mês passado, pelo chefe do poder executivo.

O evento foi apresentado pela jornalista Cristina Serra, repórter do Fantástico, e teve a presença de diversos artistas, entre eles, o ator Vitor Thiré, filho do também ator e produtor musical Luiz Nicolau, além do Quarteto Choro in Bossa. Vereadores, secretários municipais, artesãos e moradores, também marcaram presença.

TRABALHO DE PRESERVAÇÃO

A AMLD completa 25 anos no dia 28 de novembro. A ONG, no entanto, decidiu antecipar a comemoração para realizar uma única festa e celebrar o dia do mico-leão, também. Responsável pela preservação do primata na região, a AMLD estima que há cerca de 3.200 micos inseridos nos municípios de Silva Jardim, Rio Bonito, e Casimiro de Abreu. Apesar dos resultados positivos, a espécie ainda é considerada ameaçada de extinção.

 

 

Leia mais:ONG Realiza Evento em Celebração ao Dia do Mico-Leão-Dourado


O prefeito de Silva Jardim, Anderson Alexandre, se reuniu na tarde desta sexta-feira (23) com o prefeito de Teresópolis, Mário Tricano, a fim de firmar termo de cooperação técnica para o desenvolvimento do turismo na região e nas duas cidades. “O objetivo da reunião foi de firmar uma parceria com o município de Teresópolis para exploração do turismo tanto em Silva Jardim quanto em Teresópolis com foco no turismo internacional, pois ambas as cidades possuem potencial para desenvolvimento do setor que gera muitos postos de trabalho e renda”, disse Anderson Alexandre. Como atrativos turísticos podemos destacar as cachoeiras da localidade de Aldeia Velha, os rios de Bananeiras e Pirineus, a pesca na Lagoa de Juturnaíba, além do mico-leão dourado. Já em Teresópolis se destacam o Mirante do Soberbo, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos, o Dedo de Deus, a Granja Comary (Centro de Treinamentos oficial da Seleção Brasileira de Futebol), a Cachoeira dos Frades, dentre outros pontos turísticos no município serrano.

 

Outro tema abordado na reunião foi o atual momento da economia fluminense e a falta de grandes lideranças no Estado para reerguer o Rio de Janeiro para o pleito do ano que vem. O chefe do executivo de Silva Jardim foi acompanhado da Primeira-Dama e Secretária de Gabinete, Viviany Alexandre, e o vereador Carlos Eduardo Barboza (Dudu do Resgate) também participou da reunião em Teresópolis.

Leia mais:Silva Jardim e Teresópolis buscam Firmar Parceria para Desenvolvimento do Turismo


O “Projeto de Sinalização Turística de Silva Jardim” já está em poder da Administração Municipal. O documento foi recebido pela vice-Prefeita, Cilene Nascimento, e o secretário municipal de Turismo, Indústria e Comércio (Semtic), Ronalt Aguiar Santiago, no Instituto Estadual de Engenharia e Arquitetura (IEAA), no Rio de Janeiro, no último dia 07. Eles receberam o plano das mãos do presidente do IEAA, José Francisco Boechat, e dos engenheiros Antônio Kropf e Hélio Peixoto (Diretor-Técnico do IEAA). Também participou o servidor municipal Tiago Gomes, que era subsecretário da Semtic à época do início da elaboração do Projeto.

-- Agradecemos a colaboração do IEAA que fez o projeto gratuitamente, o qual é de grande importância para o nosso Município – disse a vice-Prefeita Cilene Nascimento durante a assinatura do protocolo de recebimento.

Já o secretário Ronalt Santiago acrescentou que a elaboração foi um trabalho profissional e de dedicação, sendo uma honra e um fato histórico para o Município. “Será um ganho enorme para a cidade”, ressaltou. José Francisco Boechat, por sua vez, disse que a confecção foi fruto do esforço e empenho dos funcionários do IEAA os quais “ganham para isso e estão à disposição das cidades para desenvolver projetos dessa natureza”. A entrega contou, ainda, com a participação da chefe de Gabinete do IEAA, Cláudia Argento.

O engenheiro Antônio Kropf explicou os principais pontos constantes do projeto. Segundo ele, o documento é todo baseado em georreferenciamento e contém os principais atrativos turísticos de Silva Jardim, em 17 diferentes pontos. Também dispõe de especificações sobre suporte e fixação das placas, orientação a respeito de manutenção das mesmas para 10 a 15 anos, e valores estimativos de instalação.

Conta, além disso, com desenhos das placas com especificações das letras a serem utilizadas. As indicações mostram as chegadas e saídas aos atrativos. Ele está todo enquadrado nas normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). A implantação desse tipo de projeto, segundo os técnicos, pode aumentar a visitação turística ao Município em cerca de 30%.

-- Esperamos que ele atenda às necessidades do Município e estamos dispostos a continuar dando a assessoria que for necessária – disse Kropf. Ele também destacou a atuação do servidor Tiago Gomes desde o início do trabalho, quando era subsecretário da Semtic por ocasião das visitas técnicas que ele e os colegas Silviano Virgínio de Araújo e Mônica Brites fizeram ao Município para realizar os levantamentos necessários à elaboração.

As localidades contempladas com as placas são: Entrada da cidade, Igreja Nossa Senhora da Lapa, Centro Cultural Capivari, Teatro Zezé Macedo, Parque Municipal da Biquinha, Prefeitura, Praça Amaral Peixoto, Espaço de Cultura e Lazer, Lagoa de Juturnaíba, Gaviões, Pirineus, Imbaú, Bananeiras, Correntezas, Andorinhas, Aldeia Velha/Quartéis. Elas contém a simbologia (pictograma) própria de cada atrativo turístico como “arquitetura religiosa”, “artesanato”, “pesca”, “praça” e “cultura”, entre outros.

O custo do projeto está estimado em R$ 100 mil, mas a elaboração saiu sem ônus para a Municipalidade tendo em vista a parceria estabelecida entre o Município e o Governo do Estado através do IEEA. A primeira reunião dos técnicos para a assinatura do termo de cooperação técnica com o objetivo de elaborar o projeto com o prefeito Anderson Alexandre ocorreu em junho de 2015 com o então secretário de turismo Felipe Rocha. A primeira visita para o início do levantamento dos pontos turísticos também aconteceu em 2015.

 

 

Leia mais:Silva Jardim Recebe Plano de Sinalização Turística


A Pré-conferência Municipal de Cultura foi realizada na última quarta-feira (17), no Teatro Municipal Zezé Macedo, no Centro de Silva Jardim. O evento preparatório para as conferências estaduais e para a Conferência Nacional de Cultura, contou ainda com apresentações de música e poesia.

O encontro reuniu representantes de diferentes segmentos culturais do município, como literatura, audiovisual, cultura popular, patrimônio, artes cênicas, música, dança e artes visuais. Durante o evento, cada um teve a oportunidade de apresentar suas ideias e expectativas.

A realização da Conferência Municipal faz parte de uma série de ações que os municípios devem cumprir para estabelecer o seu Sistema Municipal de Cultura, e assim poderem participar do Sistema Nacional, que inclui ainda uma Secretaria de Cultura, um sistema de financiamento, e um Plano de Cultura.

 

 

Leia mais:Silva Jardim Realiza Pré-Conferência Municipal de Cultura

Prefeitura Municipal de Silva Jardim - CNPJ: 28.741.098/0001-57 - Tels:(22) 2668-1125/2668-1430/2668-2000 - Rua Luiz Gomes, 46, Centro - Silva Jardim/RJ - CEP: 28820-000