^ Back to Top

Cerca de 15 mulheres, a maior parte, vítimas de violência doméstica, estão sendo acompanhadas pela prefeitura de Silva Jardim, através da Secretaria Especial dos Direitos das Mulheres e Minorias (Sedimm). A repartição pública oferece atendimento psicológico, social e jurídico às vítimas que tiveram seus direitos violados.

Grande parte das mulheres que procura auxílio do poder público ou dos órgãos competentes, geralmente, são incentivadas por amigos e ou familiares, de acordo com o ponto de vista apresentado pela secretária da Sedimm, Lídia Moreno, que também falou sobre a iniciativa que está sendo desenvolvida no município.

Esse trabalho que estamos realizando na cidade está trazendo resultados muito positivos. Quando a mulher chega aqui, nós procuramos entender quais são os objetivos dela. E a partir daí nós fazemos as orientações. Se ela quiser fazer o boletim de ocorrência na delegacia, nós acompanhamos, se ela quiser a separação, nós vamos auxiliá-las no direcionamento”, explicou Lídia Moreno.

Umas das pessoas que recebeu esse apoio na Sedimm foi uma dona de casa, que pediu para não ser identificada. A mulher, que mora com os três filhos na localidade de Cesário Alvim, relata que sofreu violência doméstica por parte do companheiro, durante mais de 10 anos. “Eu vivi um inferno dentro de casa. Lembro que eu ainda estava grávida do meu primeiro filho [que hoje tem 11 anos] quando ele começou com as agressões”, revelou.

A mulher, que dentre as atividades, participa da oficina de fuxico na Sedimm, contou que o companheiro era viciado em bebidas alcoólicas e usuário de cocaína, mas depois que ela procurou ajuda, há quase dois anos, conseguiu reverter a situação.

Agora nós estamos na igreja e vamos nos batizar para casarmos. Graças a Deus, minha vida hoje está uma maravilha. Mas o que vivi, não desejo a ninguém. Nem para o meu pior inimigo”, finalizou a dona de casa.

Lídia Moreno reforçou que a secretaria é um centro de referência e complementou dizendo que é importante que o espaço seja valorizado pelas mulheres. “É essencial que nós nos mantenhamos unidas em busca de nossos direitos. Se nós não lutarmos pelo nosso espaço, quem vai lutar?”, concluiu a secretária.

 

(Foto e reportagem: Lucas Madureira)

Prefeitura Municipal de Silva Jardim - CNPJ: 28.741.098/0001-57 - Tels:(22) 2668-1125/2668-1430/2668-2000 - Rua Luiz Gomes, 46, Centro - Silva Jardim/RJ - CEP: 28820-000