^ Back to Top


A Secretaria Municipal de Saúde começou a distribuir repelentes de alta eficácia e longa duração para as gestantes de Silva Jardim. A iniciativa visa proteger as gestantes e seus filhos de picada do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da Dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela. Para solicitar seu repelente a gestante, do município, deve procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de sua residência.

(Foto: Divulgação / Secretaria Municipal de Saúde)

 

Leia mais:Secretaria de Saúde distribui Repelentes para Gestantes


A Secretaria de Saúde e Assistência Social de Silva Jardim está intensificando a vacinação contra a febre amarela na área rural do município. No último sábado (3), a equipe do Programa Municipal de Imunização percorreu as localidades de Aldeia Velha, Bananeiras, Gaviões, Mato Alto e Goiabal. Ao todo, segundo a repartição pública, cerca de 100 pessoas foram vacinadas.

A coordenadora do Programa Municipal de Imunização, Marilete Ancelino, acrescentou que nesta quarta-feira (7), a equipe está fazendo a vacinação dos moradores do bairro Varginha. “A equipe está andando de casa em casa pra imunizar as pessoas que ainda não foram vacinadas”, disse.

Marilete afirmou ainda que a vacina está disponível em todos as 16 Unidades Básicas de Saúde (UBS) da cidade e que as pessoas que ainda não se vacinaram, devem procurar o posto de saúde para agendar a imunização. “O município tem realizado vacinação de rotina através de agendamento, uma vez que um frasco tem durabilidade de 4 a 6 horas, após a abertura”, explicou.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) recomenda a vacinação para todos os indivíduos que residem, trabalham, ou se deslocam para área de mata e em torno, independente de serem considerados com idade acima de 59 anos, exceto na presença de contraindicações formais, mediante avaliação de risco benefício, por um profissional médico ou enfermeiro.

A SES divulgou na noite dessa terça-feira (6), um boletim confirmando o primeiro óbito do ano por febre amarela no município. A vítima seria um homem de 80 anos, morador de Taquaruçus, localidade que fica a cerca de 35 quilômetros do Centro da cidade. Segundo informações divulgadas pela imprensa, o homem teria morrido no dia 25 de fevereiro.

DOIS CASOS CONFIRMADOS

Um segundo caso da doença na cidade também já foi confirmado, conforme o boletim da SES. Em todo o estado, desde o início de janeiro, a Subsecretaria de Vigilância em Saúde da SES registrou 120 casos de febre amarela silvestre em humanos, sendo 54 óbitos.

A Prefeitura ressalta que desde que a campanha de vacinação contra a febre amarela teve início, no ano passado, 21.980 pessoas foram imunizadas contra a doença. O número representa 122% da população estimada para receber a imunização no município.

 

Leia mais:Silva Jardim intensifica Vacinação contra Febre Amarela em Áreas Rurais

 

Foi realizada no dia 31 de janeiro de 2018, uma reunião do Conselho Municipal de Saúde (CMS) de Silva Jardim. Entre os assuntos abordados, a equipe falou sobre o Protocolo de Enfrentamento da Sífilis Congênita, termo de compromisso para aquisição de equipamentos permanentes, além do projeto Café Solidário: “Trazendo Mais Saúde para o Trabalhador”, entre outros. O encontro teve a participação de cerca de 15 pessoas.

(Foto: Divulgação / CMS)

 

Leia mais:Conselho municipal de saúde discute ações para Silva Jardim

 

A Secretaria de Saúde e Assistência Social de Silva Jardim está adotando o uso de tablets para dinamizar o atendimento aos moradores da cidade, e facilitar o trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS). Para isso, ao longo desta semana, cada um dos 54 ACS que atuam na cidade está recebendo um aparelho novo.

No dia 29 de janeiro, a secretária municipal de Saúde e Assistência Social, Tereza Fernandes, esteve no gabinete da prefeita em exercício, Maria Dalva Silva do Nascimento, a Cilene. No encontro, Tereza falou sobre os benefícios do novo sistema e acrescentou que a pasta vai fazer a instalação da conexão Wi-Fi em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Vamos comprar roteadores para as UBSs e interligar todas as unidades com o ambulatório e a nossa Emergência. Com isso, da UBS, o enfermeiro, o médico ou o técnico vai poder saber se o paciente esteve na Urgência e Emergência, se ele esteve no ambulatório de especialidades, ou caso tenha feito algum exame, o sistema também vai apontar”, explicou a secretária.

A iniciativa faz parte do Sistema e-SUS Atenção Básica (AB), que atende aos diversos cenários de informatização e conectividade nos serviços de saúde.“Silva Jardim está entre os pouquíssimos municípios do estado do Rio que já adotaram esse novo sistema”, ressaltou Tereza, que foi acompanhada por parte dos ACS dos bairros Fazenda Brasil, Biquinha e do Centro da cidade.

 

(Fotos: Ascom / Silva Jardim)

Leia mais:Silva Jardim adota uso de tablets para dinamizar sistema de saúde

A Secretaria Municipal de Saúde, informa que todas as Unidades Básicas de Saúde de Silva Jardim estão cumprindo as rotinas normais de vacinação contra a febre amarela, ou seja, os usuários do município que não puderam se imunizar da campanha de vacinação de 2017 precisam agendar na UBS mais próxima da sua residência. A imunização contra a febre amarela vale para a vida toda.

Em 2017 mais de 90% da população do município foram vacinadas e apenas as mulheres que estavam em gestação, crianças menores de 9 meses e idosos acima de 60 anos que não possuíam autorização do médico para se imunizar que não receberam as doses da vacina.

 

O agendamento ocorre pois após o frasco da vacina ser aberto, a mesma deve ser usada imediatamente para que não sejam descartadas, daí a necessidade do agendamento para que as doses sejam aplicadas no maior número de pessoas possível.

Leia mais:Secretaria de saúde divulga procedimento para vacinação contra febre amarela

Prefeitura Municipal de Silva Jardim - CNPJ: 28.741.098/0001-57 - Tels:(22) 2668-1125/2668-1430/2668-2000 - Rua Luiz Gomes, 46, Centro - Silva Jardim/RJ - CEP: 28820-000