^ Back to Top


Segundo o protocolo do Ministério da Saúde, usuários que são alérgicos a ovo de galinha, deverão ter autorização do seu médico assistente e serão agendados na Policlínica Municipal Agnaldo de Moraes. Favor procurar a coordenação municipal de imunização, com a autorização, na Av. Oito de Maio, 534, térreo, a partir do dia 20/03/2017.

Silva Jardim, 17 de março de 2017.

Secretaria Municipal de Saúde e Assistência Social
Coordenação Municipal de Imunização

 

 

Leia mais:Nota 01 – Febre Amarela


A Secretaria de Saúde e Assistência Social de Silva Jardim promoveu uma audiência pública no último dia 23 de fevereiro, na Câmara Municipal de Vereadores, no Centro da cidade. Na ocasião, a secretária da pasta, Tereza Fernandes, falou sobre alguns dos desafios que o município tem para 2017.

Entre as metas que a secretária revelou, estão: reforma e ampliação dos postos de saúde de Pirineus, Gaviões e Mato Alto; instalação de internet em todas as Unidades Básicas de Saúde; compra de computadores; e instalação de câmeras de monitoramento na unidade médica do Centro.

A audiência foi para apresentar os relatórios da execução orçamentária e gestão fiscal do município, referentes aos meses de setembro a dezembro de 2016. Durante sua apresentação, Tereza também falou sobre alguns dos objetivos já alcançados, como a reforma e ampliação de postos de saúde.

Tereza apresentou ainda dados do atendimento na emergência do município. Segundo a secretária, mais de 41 mil pacientes foram atendidos na Unidade de Atendimento Pré-hospitalar Ângela Maria da Costa Brito, no ano passado.

“Costumamos dizer que o Brasil passa por Silva Jardim. Além dos moradores da cidade, atendemos a pacientes de Rio Bonito, Araruama, Casimiro de Abreu, turistas de Minas, Piauí, Pernambuco, entre outros estados. Recebemos uma média de 120 a 140 pacientes, por dia”, afirmou Tereza Fernandes.

 

A audiência reuniu moradores, servidores da Saúde, além dos vereadores Adão Firmino de Souza (PMDB), Binho da Agricultura (PTN), Fifico Valviesse (SD), Jaime Lima (PR), e Miel da Biovert (SD).

Leia mais:Em Audiência Pública, Secretária de Saúde fala sobre Desafios para 2017


Moradores do distrito de Gaviões, em Silva Jardim, participaram de uma palestra sobre as arboviroses, que são doenças causadas por vírus, cujo principal transmissor é um mosquito ou carrapato. A ação foi na Unidade Básica de Saúde (UBS) da localidade e fez parte do programa Sala de Espera, que acontece uma vez por semana em todos os postos de saúde da cidade.

Para evitar ser infectado pelas doenças, o indicado é manter os mesmos cuidados no combate ao mosquito Aedes aegypti, como não deixar água acumulada, manter as caixas d’água sempre limpas e bem fechadas, usar repelentes, além de colocar areia nos pratos dos vasos de plantas.

Cerca de 15 pessoas participaram da ação, que aconteceu na última sexta-feira (10). No final do bate-papo, os presentes tiveram a oportunidade de fazer perguntas e tirar dúvidas relacionadas ao assunto. O objetivo da iniciativa é entreter as pessoas com informações, enquanto elas aguardam por atendimento médico nos postos de saúde.

 

(Foto: Divulgação / Secretaria Municipal de Saúde)

Leia mais:Ação alerta moradores de Gaviões sobre doenças causadas por Vírus


A cidade de Silva Jardim faz parte da chapa que foi eleita por aclamação para gerenciar o Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) do Rio de Janeiro. A chapa única em “Em Defesa do SUS” foi eleita em assembleia extraordinária, na última quinta-feira (16), no Rio.

A secretária municipal de Saúde e Assistência Social, Tereza Fernandes, está na diretoria do conselho, ocupando o cargo de 1ª vice-presidente da entidade. “É um dia para entrar na história. Nosso papel é fazer a interface entre as verbas do governo federal e municípios, articulando e dando apoio”, afirmou.

A presidente reeleita da chapa é a secretária de Saúde de Piraí, Maria da Conceição de Souza Rocha, que vai gerir o Cosems de 2017 a 2019. A diretoria da entidade é composta por representantes de todas as regiões de Saúde do Estado.

 

(Foto: Divulgação / Secretaria Municipal de Saúde)

Leia mais:Silva Jardim compõe Chapa eleita à Gerência de Conselho de Saúde

 

Cerca de 12 agentes do Programa Municipal de Controle da Dengue (PMCD) percorreram no último dia 27, o distrito de Aldeia Velha, em Silva Jardim, para alertar a população sobre a importância de combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela.
De acordo com o coordenador do PMCD, Rodolfo Guimarães Stumbo, os agentes foram divididos em grupos e, ao todo, mais de 500 residências foram visitadas na localidade. Durante o trabalho, foram eliminados possíveis depósitos de água e apenas um foco do mosquito foi encontrado.
“O Carnaval se aproxima e Aldeia Velha é muito frequentada por turistas de cidades do Rio e de outros estados. Sabemos do surto de febre amarela que alguns municípios de Minas e Espírito Santo enfrentam, então todas as formas prevenção são muito importantes neste momento”, disse Rodolfo.
Ainda conforme o coordenador do PMCD, a ação será expandida para outras áreas do município. “Vamos percorrer todas as áreas urbanas de Silva Jardim, onde há aglomeração de residências”, garantiu Stumbo.
(Foto: Divulgação / PMCD)

 

Silva Jardim 27/01/2017

Leia mais:Agentes percorrem Aldeia Velha para combater aedes aegypti

Prefeitura Municipal de Silva Jardim - CNPJ: 28.741.098/0001-57 - Tels:(22) 2668-1125/2668-1430/2668-2000 - Rua Luiz Gomes, 46, Centro - Silva Jardim/RJ - CEP: 28820-000