^ Back to Top

Começou no último dia (06) a atualização do cadastro único do Bolsa Família, para o ano de 2017. Os beneficiados deverão atualizar os seus cadastros na Secretaria Municipal de Trabalho, Habitação e Promoção Social que fica na Rua Sansão Pedro David, 344 (ao lado do Teatro Zezé Macedo). O horário de atendimento na parte da manhã das 09h30min às 11h30min e à tarde das 13h às 16h30min. O cadastro deve ser atualizado até o dia 31 de outubro e os beneficiados precisam do cartão do bolsa família, documento de identificação, comprovante de residência e declaração escolar atual para a atualização.

Leia mais:Começa a Atualização Cadastral do Bolsa Família em Silva Jardim


O secretário de Trabalho, Habitação e Promoção Social de Silva Jardim, Sebastião Rocha, foi eleito membro do conselho fiscal do Colegiado Estadual dos Gestores Municipais da Assistência Social (Coegemas). Uma das atribuições do conselho fiscal é acompanhar os repasses financeiros do estado para a área da assistência social dos municípios.

O Coegemas é formado por gestores que trabalham na elaboração de políticas públicas relacionadas à assistência social dos municípios. Uma das funções do colegiado é repassar para os municípios as verbas oriundas do governo estadual. A eleição para definir a diretoria do Coegemas, foi na terça-feira (14), no Centro do Rio, durante a reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB).

 

(Foto: Divulgação / SMTHPS)

Leia mais:Silva Jardim passa a ter Representante no Colegiado Estadual dos Gestores de Assistência Social

Com 2.524 pessoas beneficiadas pelo programa “Bolsa Família” no mês de outubro, Silva Jardim não ficou fora do maior pente-fino já realizado em toda a história do programa, onde o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) encontrou inconsistência em 1,1 milhão dos cerca de 13,9 milhões de benefícios pagos pelo governo federal. No município foram cancelados 75 benefícios e outros 111 foram bloqueados. Em todos os casos, de acordo com o governo federal, foi constatado que a renda das famílias era superior à exigida para ingresso e permanência no programa.

Silva Jardim é o sexto município da região que mais possui beneficiados com o programa Bolsa Família com 2.524 benefícios. 1º Cabo Frio (9.825 beneficiados), 2º Araruama (9.447), 3º São Pedro da Aldeia (5.374), 4º Rio das Ostras (4.757), 5º Saquarema (4.052), 7º Iguaba Grande (1.770), 8º Casimiro de Abreu (1.724), 9º Arraial do Cabo (1.562) e 10º Armação de Búzios (1.304). Já entre os municípios limítrofes, Silva Jardim ocupa a penúltima colocação, sendo o líder o município de Nova Friburgo (5.602 beneficiados), 2º Cachoeiras de Macacu (4.470), 3º Rio Bonito (3.637) e 5º Casimiro de Abreu (1.724).

A identificação só foi possível porque o MDSA passou a contar com seis bases do governo federal para cruzamento de dados: Relação Anual de Informações Sociais (Rais), Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), Sistema de Controle de Óbitos (Sisobi), Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos (Siape) e Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ).

O benefício foi cancelado nos casos em que a renda per capita da família ultrapassou R$ 440. Já o bloqueio foi adotado para os beneficiários que apresentaram renda entre R$ 170 e R$ 440. Segundo o Ministro do MDSA, Osmar Terra, as famílias que tiveram o repasse bloqueado devem procurar a gestão municipal do Bolsa Família para comprovar que estão dentro das regras do programa. “Eles terão a oportunidade de se explicar”, disse.

O Bolsa Família é voltado para famílias extremamente pobres (renda per capita mensal de até R$ 85) e pobres (renda per capita mensal entre R$ 85,01 e R$ 170). Ao entrarem no programa, as famílias recebem o benefício mensalmente e, como contrapartida, cumprem compromissos nas áreas de saúde e educação. O valor repassado a cada família depende de fatores como o número de membros, a idade de cada um e a renda declarada no Cadastro Único.

Fonte: MDSA

Leia mais:Governo Federal cancela 75 benefícios do bolsa família em Silva Jardim e bloqueia outros 111

Os dados estatísticos do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho aponta Silva Jardim entre os 25 municípios do Estado do Rio de Janeiro que mais geraram postos de trabalho formais de 2013 a 2015.

De janeiro de 2013 a dezembro de 2015 o país perdeu 742 mil postos de trabalho, 10% deste total foram só no Estado do Rio que perdeu mais de 80 mil empregos formais. Dos 92 municípios fluminenses pouco mais da metade tiveram saldo positivo na geração de empregos, como é o caso de Silva Jardim que no período gerou 183 novos postos de trabalho ficando à frente de municípios importantes como Rio de Janeiro (que perdeu mais de 33 mil postos de trabalho), Itaborai (perda de 13 mil) e Macaé (perda de 7 mil postos de trabalho).

Uma das iniciativas que fortaleceram a geração de empregos positivamente em Silva Jardim foi a implantação do transporte de tarifa zero que faz com que moradores economizem com transporte e invista essa economia no comércio local que por sua vez acaba por contratar mais funcionários.

Os municípios que mais geraram postos de trabalho de 2013 a 2015 foram Nova Iguaçu (3 mil postos de trabalho), Cabo Frio (1,1 mil postos de trabalho) e Três Rios (1 mil postos de trabalho), Silva Jardim ficou na posição 24º no ranking de municípios que mais geraram postos de trabalho no Estado.

O relatório completo dos dados podem ser conferidos no link abaixo:
www.silvajardim.rj.gov.br/…/…/geracao_empregos_2013a2015.rar

Leia mais:Silva Jardim está entre os Municípios do Estado que mais geraram empregos formais de 2013 a 2015

 

A Secretaria Municipal de Trabalho, Habitação e Promoção Social (Smthps) divulgou hoje (02/5) a relação final de classificação do Processo Seletivo Simplificado da Smthps. Confira no link a relação de classificados:

 

www.silvajardim.rj.gov.br/…/RELACAO_FINAL_DOS_PROC_SELET_20…

Leia mais:Promoção Social divulga relação final de classificação do processo seletivo

Prefeitura Municipal de Silva Jardim - CNPJ: 28.741.098/0001-57 - Tels:(22) 2668-1125/2668-1430/2668-2000 - Rua Luiz Gomes, 46, Centro - Silva Jardim/RJ - CEP: 28820-000