^ Back to Top

Prefeito


O prefeito Anderson Alexandre se reuniu nesta segunda-feira (10) com sete dos nove vereadores do legislativo de Silva Jardim para dar esclarecimentos sobre o atual momento da economia do município.

“Como representante do poder executivo e vocês do legislativo municipal, este diálogo é muito importante para que possamos governar juntos e podermos passar por este momento complicado nas receitas de Silva Jardim. Como noticiamos nos últimos meses, devido a uma decisão do TRF (Tribunal Regional Federal) a Agência Nacional do Petróleo – ANP contingenciou mais de 80 % das receitas com royalties do petróleo que receberíamos em fevereiro e março. Além de Silva Jardim, os municípios de Cachoeiras de Macacu, Magé e Guapimirim também foram afetados, e este problema na arrecadação tem prejudicado os nossos investimentos. Para solucionarmos isto, entramos com um recurso, mas a decisão liminar, para liberar estas receitas, ainda não foi dada e acreditamos que até o fim do primeiro semestre teremos uma decisão favorável. Esta redução nos royalties afeta diretamente serviços importantes como transporte público, limpeza urbana e coleta de lixo, e se este problema nas receitas se prolongar por mais tempo, outros serviços serão afetados,” disse o prefeito.

 

Participaram da reunião, além do prefeito, sete dos oito vereadores que compõem a base de governo, Roni da Alexandre, Zil do Caxito, Binho da Agricultura, Miel da Biovert, Fifico Valviesse, Jaime da Cidade Nova e Adão Firmino a vereadora Marcilene Xavier por compromissos externos não pôde comparecer na reunião.

Leia mais:Atual momento Econômico de Silva Jardim é Tema de Reunião do Prefeito com Vereadores

O prefeito de Silva Jardim, Anderson Alexandre, e outros 9 prefeitos que compôem o Consórcio do Leste Fluminense (Conleste) se reuniram na última quinta-feira (16) com o presidente da Petrobras, Pedro Parente, que informou que a conclusão da Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN) no Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro (Comperj) está nos planos da Petrobras. De acordo com Pedro Parente os recursos para a finalização da unidade, de aproximadamente US$ 2 bilhões, já estão previstos no orçamento da estatal.

“Podem ter absoluta certeza de que a obra será reiniciada. Esta unidade tem que acontecer, é prioritária para nós”, declarou Parente, ressaltando que caso a unidade não fique pronta, a estatatal terá que diminuir a produção de campos do pré-sal, de onde parte da produção de gás será escoada pela UPGN. A previsão é de retomada das obras no segundo semestre de 2017 e a conclusão da unidade está prevista para 2020. Ao longo do ano, serão licitados outros 23 contratos voltados às utilidades que viabilizarão a operação da UPGN, a exemplo de unidades de tratamento de água, fornecimento de energia e instalação de dutos.

“Esta reunião foi muito importante pois colocou uma luz no fim do túnel para a nossa região, pois ainda não tínhamos uma definição objetiva se as obras do Comperj retornariam. Isso só foi possível pela união de todos os municípios que compõem o Conleste, que tende a obter sucessos em suas demandas”, disse Anderson Alexandre.

Além do presidente da Petrobras e do prefeito de Silva Jardim, participaram da reunião a gerente executiva de Refino, Gás e Energia da Petrobras, Marina Fachetti, que representou o diretor de Desenvolvimento da Produção e Tecnologia da estatal, Roberto Moro, o diretor interino de Refino e Gás Natural, Claudio Schlosser, e os prefeitos de Niterói, Rodrigo Neves; de São Gonçalo, José Luiz Nanci; de Itaboraí, Sadionel Souza; de Rio Bonito, José Luiz Mandiocão; de Tanguá, Valber Luiz; de Guapimirim, Zelito Tringuelê, 
de Nova Friburgo, Renato Bravo; de Casimiro de Abreu, Paulo Cezar Dames; e de Cachoeiras de Macacu, Mauro Soares.

 

Fonte: Agência Petrobras

Leia mais:Prefeito Anderson Alexandre se Reúne com Presidente da Petrobras

Prefeitura Municipal de Silva Jardim - CNPJ: 28.741.098/0001-57 - Tels:(22) 2668-1125/2668-1430/2668-2000 - Rua Luiz Gomes, 46, Centro - Silva Jardim/RJ - CEP: 28820-000