^ Back to Top


O município de Silva Jardim deu os primeiros passos nesta segunda-feira (21) para implantação do REGIN - Sistema Integrado de Cadastro - na cidade. O sistema tem o objetivo de facilitar os procedimentos de criação de empresas e um dos pilares do REGIN é a possibilidade de geração de alvará de funcionamento online, dentre outros serviços que o sistema permite.

O encontro aconteceu no Teatro Zezé Macedo e contou com a presença da prefeita Maria Dalva do Nascimento, a Cilene, além do presidente da Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (JUCERJA), Luiz Velloso, e da coordenadora regional do SEBRAE na região dos lagos, Ana Cláudia. Também participaram da reunião, representantes do poder executivo e legislativo municipal e profissionais de contabilidade do município.

Em sua fala, a coordenadora regional do SEBRAE destacou a importância da desburocratização na criação de novas empresas. “É muito importante para todos que queiram empreender, que a criação de empresas seja desburocratizada, desta forma, agilizamos toda a documentação com mais celeridade, o que beneficia toda a cadeia empresarial e o desenvolvimento do município, com geração de emprego e renda na cidade”, disse Ana Cláudia.

Já o presidente da JUCERJA falou sobre as parcerias realizadas para que o REGIN pudesse ser implantado no Estado. “O REGIN é um sistema que possibilita a integração de vários setores de licenciamento e pareceres, o que agiliza, por exemplo, a implantação do alvará online, onde o contador poderá saber cada ação que acontece no seu pedido através do escritório, sem a necessidade de ir aos órgãos. Temos atualmente a parceria de órgãos como o Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária Estadual, Receita Federal, Inúmeros Cartórios, OAB, prefeituras e em breve realizaremos uma parceria com o INEA para agilizar os pareceres dos estabelecimentos que não precisam de licenciamento ambiental. Atualmente 41 municípios no Estado já possuem o alvará online e a nossa meta é abranger 100% dos municípios fluminenses com os serviços da JUCERJA”, concluiu Luiz Velloso.

A prefeita frisou que o município não pode ficar dependente apenas dos royalties do petróleo, e a desburocratização na criação de empresas é fundamental para que Silva Jardim consiga gerar mais renda e emprego. “Hoje, somos muito dependentes das receitas dos royalties, e isso é muito complicado para a gestão pública. Desta forma, a implantação do REGIN em Silva Jardim contribuirá e muito neste processo de reestruturação financeira para que dependamos menos dos royalties. Vamos trabalhar com empenho para que até o fim de agosto consigamos implementar o REGIN na cidade”, disse Cilene.

Participaram da reunião os vereadores Jaime Figueiredo, Marcilene Xavier e Anna Kelly Xavier, além do assessor da presidência da JUCERJA, Delmir Custódio, o analista regional do SEBRAE, Ronald Silveira, e vários secretários municipais, como o de Fazenda, Leandro Antunes; Saúde, Tereza Fernandes; Desenvolvimento Econômico, Ronalt Santiago; Promoção Social, Jonas Moraes; Segurança Pública, Denis Pessanha; Meio Ambiente, Helan Abreu; Planejamento, Antônio Carlos Lacerda; e o Controlador Geral, Luiz Fernando Campos; e representantes municipais da Defesa Civil

Prefeitura Municipal de Silva Jardim - CNPJ: 28.741.098/0001-57 - Tels:(22) 2668-1125/2668-1430/2668-2000 - Rua Luiz Gomes, 46, Centro - Silva Jardim/RJ - CEP: 28820-000