^ Back to Top

Pelo sexto ano consecutivo o município de Silva Jardim sagrou-se o grande campeão no Índice Final de Conservação Ambiental (IFCA) relativo ao ICMS Ecológico do Estado do Rio de Janeiro para o ano fiscal de 2016. O IFCA foi calculado pela Fundação Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisa e Formação de Servidores Públicos do Rio de Janeiro (CEPERJ) e foi publicado no Diário Oficial do Estado no último dia 27 de agosto.

O IFCA é calculado desde 2009 e representa a soma de seis outros índices: Índice Relativo de Mananciais de Abastecimento (IrMA), Índice Relativo de Tratamento de Esgoto (IrTE), Índice Relativo de Destinação Final de Resíduos Sólidos Urbanos (IrDL), Índice Relativo de Remediação dos Vazadouros (IrRV), Índice Relativo de Área Protegida (IrAP) e Índice Relativo de Área Protegida Municipal (IrAPM).

Em 2009, com um IFCA de 3,16 o município ficou apenas na 11ª posição, em 2010 pulou para 4º lugar com IFCA de 4,00. A partir de 2011 Silva Jardim assumiu a liderança e deste então permanece nela, com IFCA de 4,73 em 2011; 4,59 em 2012; IFCA de 4,76 em 2013; 4,56 em 2014; para o ano fiscal de 2015 o IFCA foi de 4,36 e para o ano fiscal de 2016 mantendo a liderança estadual o IFCA de Silva Jardim ficou em 4,17. Os outros municípios que completal a lista dos dez mais bem colocados são: Cachoeiras de Macacu (2º), Mesquita (3º), Rio Claro (4º), Miguel Pereira (5º), Quissamã (6º), Nova Iguaçu (7º), Petrópolis (8º), Itatiaia (9º) e Angra dos Reis (10º).

 

Na prática o IFCA representa o percentual do valor total do ICMS Verde que o município irá arrecadar. Para efeito de comparação no ano de 2013 o Governo do Estado do Rio de Janeiro distribuiu entre os municípios que tiveram IFCA aproximadamente R$ 170 milhões. O município de Silva Jardim se mantem na liderança devido ao empenho do Governo Municipal em pontuar ações para desenvolvimento sustentável da cidade, como foi a criação do Código Ambiental em 2014 além de destinação correta do lixo bem como proteção aos mananciais de abastecimento.

Leia mais:Silva Jardim é hexacampeão estadual de ICMS Verde

 

Técnicos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente participaram nos dias 27 e 28 de agosto de um curso oferecido pela Embrapa sobre produção de mudas florestais. O curso aconteceu na Fazenda Santo Antônio dos Cordeiros, em Imbaú, Silva Jardim/RJ. As atividades foram ministradas pela pesquisadora da Embrapa Agrobiologia Juliana Freire.

As atividades na região foram um desdobramento dos planos municipais de conservação e recuperação da Mata Atlântica, elaborados pela Secretaria Estadual do Ambiente com o intuito de apontar ações prioritárias e áreas para conservação e recuperação da vegetação nativa e da biodiversidade. "A Secretaria está fazendo um esforço para implementação desses planos nas diferentes regiões do Estado, em parceria com as prefeituras. Já foram implementados na região Noroeste Fluminense e agora estão sendo concluídos na Região dos Lagos", conta Juliana.

 

A finalização do processo de implantação desses planos municipais se dá justamente com o oferecimento dessas capacitações, que são importantes para a atualização dos viveiristas em relação ao Código Florestal, de forma que seja viável a reativação de hortos municipais e viveiros particulares para produção de mudas de espécies nativas. "Esses cursos são um primeiro passo para transformar esses produtores em coletores e vendedores de sementes, hoje escassos no Rio de Janeiro", finaliza a pesquisadora. 
(Fonte: Embrapa)

Leia mais:Secretaria de Meio Ambiente participa de curso para manuseio de mudas florestais

 

A prefeitura de Silva Jardim, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), está organizando um evento em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, que vai acontecer no próximo dia 3 de junho, na arena de eventos ao lado da Praça Amaral Peixoto, no Centro da cidade.

O evento está marcado para acontecer a partir das 13h e deve seguir até o fim da tarde. Segundo os organizadores, serão montados diversos stands, que contarão com apresentações musicais, contação de histórias para crianças, exposição de pinturas e artesanato.

A gente vai ter carrocinha de pipoca e algodão-doce para as crianças, barraquinhas com produtos orgânicos, profissionais para tirar dúvidas sobre pesca, consumo consciente de energia elétrica, entre outras coisas. Nosso principal objetivo é conscientizar a população sobre a importância da preservação do meio ambiente”, afirmou uma das organizadoras, Hingsley Tolentino.

Entre as instituições envolvidas na iniciativa, estão a Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento e Pesca; Associação Mico-Leão-Dourado, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio); Furnas Centrais Elétricas; Consórcio Lagos São João/Comitê de Bacias Lagos São João; Empresa de Assistência Técnica Extensão Rural (Emater-RJ).

 

(Foto e reportagem: Lucas Madureira/Ascom)

 

Aconteceu no último dia 27 no Teatro Zezé Macedo, o evento de encerramento da Semana da Água em Silva Jardim. A Semana da Água que contou com atividades do dia 23 a 27/3 culminou com palestras da Furnas, UFRJ e Governo Municipal sobre o aproveitamento mais eficaz da água.

De acordo com o engenheiro da Furnas, Alexandre Pinhel Soares, que ministrou uma palestra sobre “Água e Energia”, se o Brasil não investir em usinas hidrelétricas o país terá que implantar usinas termoelétricas que são mais caras e poluentes. “Temos que mudar a consciência da sociedade sobre a energia fornecida por usina hidrelétrica, que é a forma mais limpa de se obter energia. Nós temos um país com uma virtude hídrica muito grande, basta somente a opinião entender isso. As usinas termoelétricas fornecem uma energia mais cara o que aumenta a conta de energia”. Disse o engenheiro.

Outras palestras que fizeram parte do evento foram a do doutorando Gabriel C. Kruschewsky da UFRJ, que teve como tema “Água e Floresta”, e do Secretário Municipal de Defesa Civil, Sidnei de Melo que palestrou sobre o Projeto “Limpa Rio” que explicou o processo de desassoreamento que está acontecendo no Rio Capivary em Silva Jardim/RJ.

 

No encerramento do evento ainda teve a distribuição de mudas de pau-brasil para os participantes. Participaram do evento o Vice-Prefeito, Tião Rocha; o Secretário de Meio Ambiente, Helan Abreu; a Secretária de Saúde, Tereza Fernandes; o Secretário de Planejamento, Antônio Carlos Lacerda; o Secretário de Turismo, Felipe Rocha; a Secretária de Educação, Kátia Peixoto; o Secretário de Segurança Pública, Dênis David; além da Subsecretária de Desenvolvimento Sustentável e Solidário, Dayse Said; a Subsecretária de Promoção Social, Ruth Correa e do Subsecretário de Comunicação Social, Sormani Silva; contou com a presença do representante da Furnas, Emílio R. Netto; e teve a presença de várias representações sociais e munícipes.

 

A Prefeitura de Silva Jardim, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), em comemoração ao dia mundial da água, realizará várias ações no mês de março sobre o tema, e a culminância das comemorações se dará no dia 27 de março com o 2º concurso de curta metragem. Confira a programação e faça o download do regulamento do concurso, que encerra suas inscrições na próxima segunda-feira (16).

FAÇA O DOWNLOAD DO REGULAMENTO DO CONCURSO AQUI!

Prefeitura Municipal de Silva Jardim - CNPJ: 28.741.098/0001-57 - Tels:(22) 2668-1125/2668-1430/2668-2000 - Rua Luiz Gomes, 46, Centro - Silva Jardim/RJ - CEP: 28820-000