^ Back to Top

O município de Silva Jardim deixou de arrecadar aproximadamente R$ 4,1 milhões em receitas provenientes dos royalties do petróleo em 2016. A queda no período representou uma diminuição de 14,77% em relação ao ano de 2015 e de quase 40% em comparação ao arrecadado em 2014. Para se ter uma ideia, as receitas de royalties em 2016 totalizaram pouco mais de R$ 24 milhões, uma queda de mais de R$ 4,1 milhões em comparação com 2015, se considerarmos ainda o ano de 2014 a queda chega a mais de R$ 15 milhões, quando o município arrecadou aproximadamente R$ 39 milhões com royalties.

Fonte: Demonstrativo de Distribuição da Arrecadação do Banco do Brasil

Silva Jardim, 06/02/2017

Leia mais:Silva Jardim perde mais de R$ 4 milhões em royalties do petróleo em 2016

O Imposto Predial e Territorial Urbano - IPTU 2017 em Silva Jardim está com o maior desconto da Região da Baixada Litorânea e possivelmente do Estado. A prefeitura está dando 30% de desconto para quem quitar o imposto a vista até dia 31 de março de 2017. Para quem desejar, o IPTU poderá ser parcelado em até 10 vezes com 10% de desconto, com a primeira parcela vencendo dia 31 de março e a última no dia 29 de dezembro.

Nos últimos o município de Silva Jardim ofereceu 50% de desconto no IPTU, mas como para conceder este desconto é necessária a aprovação pela Câmara de Vereadores de uma lei para este benefício, e leis fiscais só passam a ter valor no ano seguinte a sua votação, desta forma só pudemos dar 30% de desconto em 2017, no ano que vem a previsão é do retorno do desconto de 50%.”, disse o Prefeito Anderson Alexandre.

Os recursos provenientes do IPTU são utilizados para a realização de vários serviços no município como limpeza das ruas, reforma de espaços públicos, melhoria na educação e saúde, dentre outros benefícios para desenvolvimento da cidade.

Silva Jardim está oferecendo o maior desconto da região e o maior período para pagamento em cota única, enquanto a maioria dos municípios está oferecendo aproximadamente 10% de desconto apenas, confira abaixo a lista das cidades o que lideram o ranking de maiores descontos no IPTU da região.

1º - Silva Jardim (30% de desconto até 31/03);
2º - Saquarema (20% de desconto até 31/01);
3º - Iguaba Grande (15% de desconto até 31/01);
4º - Arraial do Cabo (15% de desconto até 20/01);
5º - Rio das Ostras (10% de desconto até 15/03);
6º - São Pedro da Aldeia (10% de desconto até 06/03);
7º - Armação de Búzios (10% de desconto até 31/01);
8º - Cabo Frio (10% de desconto até 31/01);
9º - Casimiro de Abreu (10% de desconto até 31/01);
10 - Araruama (sem desconto, vencimento da cota única dia 25/01).

 

O contribuinte de Silva Jardim já pode realizar o download do seu carnê de IPTU através do link abaixo:
http://cidadao.silvajardim.rj.gov.br:8080/…/br.com.cetil.ar…

Leia mais:Moradores de Silva Jardim pagarão o IPTU 2017 com o maior desconto da região

Não é novidade nenhuma que o país e o estado do Rio de Janeiro estão passando por uma grande crise financeira, e em Silva Jardim o cenário não é muito diferente. Um dos aspectos que tem afetado o município é a crescente queda na arrecadação proveniente de compensação com royalties do petróleo que nos últimos 10 meses teve uma redução de 17,75%.

De janeiro à outubro de 2016 o município arrecadou pouco mais de R$ 19,3 milhões com royalties de petróleo, bem abaixo dos R$ 23,5 milhões arrecadados no mesmo período de 2015. Se compararmos a arrecadação de 2016 com o período de janeiro à outubro de 2014 as perdas chegam a incríveis R$ 13,5 milhões, ou seja, uma redução de 41,19%.

Para enfrentar este delicado momento na economia de Silva Jardim, o governo municipal vem adotando desde o início de 2015 algumas medidas para contenção de gastos como a redução em 20% dos salários de prefeito, vice-prefeito e secretários, congelou a gratificação de aniversário, reduziu contratos, e recentemente realizou sua quarta adequação administrativa com dispensa de vários cargos comissionados e fusão de algumas secretarias. Todas estas medidas foram tomadas para garantir os serviços básicos como Saúde, Educação, Limpeza Urbana, a implantação do Plano de Cargos e Salários e principalmente o Transporte Gratuito.

 

Fonte: Demonstrativo de Distribuição da Arrecadação do Banco do Brasil

Leia mais:Arrecadação de Silva Jardim com royalties do petróleo cai aproximadamente 18% em 10 meses

Silva Jardim tem queda de R$ 1,45 milhão na Arrecadação de Maio

A arrecadação de impostos do mês de maio de 2016 em Silva Jardim teve queda de R$ 1,45 milhão em comparação ao mesmo período do ano passado. Em maio, o município teve arrecadação líquida de R$ 8,033 milhões, uma queda de 15,3% em comparação com maio do ano passado que foi de R$ 9,487 milhões. De janeiro a maio a arrecadação liquida acumulada foi de R$ 42,4 milhões, 14,3% menos do que o mesmo período de 2015, em que a arrecadação foi de R$ 49,5 milhões.

 

O resultado do mês de maio foi o pior dos últimos 5 anos, 15,3% menor do que o de 2015, 25,1% pior do que o de 2014 e 11,5% inferior ao arrecadado em maio de 2013. A queda na arrecadação de maio deveu-se ao recuo de mais de 99% nas receitas patrimoniais, que em 2015 foram de R$ 1,1 milhão em maio e este ano caiu drasticamente para pouco mais de R$ 8 mil. Outro fator que contribuiu para a queda na arrecadação em maio foi a crise econômica nacional e estadual, o que tem limitado as transferências de recursos do Estado e da União, só a união deixou de transferir mais de R$ 600 mil em maio.

Leia mais:Silva Jardim tem queda de R$ 1,45 milhão na Arrecadação de Maio

 

A arrecadação municipal líquida no mês de abril em Silva Jardim teve queda de 18%, isso significa que as perdas de receitas em Silva Jardim alcançaram R$ 1,749 milhão. O resultado é o pior dos últimos 4 anos onde, em abril de 2013 a arrecadação foi de R$ 9,794 milhões, em 2014 foi de R$ 11,457 milhões, em 2015, com queda de 15% na arrecadação em comparação a 2014, a arrecadação em abril fechou em R$ 9,708 milhões e agora em 2016 as receitas do mês de abril fecharam em R$ 7,959 milhões , uma queda de 30% se comparado a 2014.

Um dos fatores que mais contribuíram para a queda na arrecadação municipal foi a diminuição de 36% nos repasses dos royalties do petróleo que representaram uma perda de mais de R$ 540 mil, em abril de 2015 os repasses dos royalties foram de R$ 2,037 milhões já em 2016 os repasses foram de R$ 1,496 milhão.

 

No acumulado de 2016 a arrecadação líquida de Silva Jardim teve queda de mais de R$ 4 milhões e representou o pior resultado do primeiro quadrimestre dos últimos 4 anos. No primeiro quadrimestre de 2013 a arrecadação foi de R$ 35 milhões, em 2014 foram arrecadados R$ 39 milhões, já em 2015 foi de R$ 38 milhões e agora no primeiro quadrimestre de 2016 a arrecadação foi de apenas R$ 34 milhões, o pior resultado para o período nos últimos 4 anos.

Leia mais:Arrecadação de Silva Jardim cai r$ 1,7 milhão em abril e tem pior resultado em 4 anos

Prefeitura Municipal de Silva Jardim - CNPJ: 28.741.098/0001-57 - Tels:(22) 2668-1125/2668-1430/2668-2000 - Rua Luiz Gomes, 46, Centro - Silva Jardim/RJ - CEP: 28820-000